Credito pessoal

Crédito pessoal com problemas bancários?

Credito pessoal com problemas bancarios
Credito pessoal com problemas bancarios
4 Partilhas

Crédito pessoal com problemas bancários?

Para que quem necessita de um crédito pessoal e está com problemas bancários, a solução não é sempre tão fácil e rápida.

Muito embora um crédito pessoal seja um crédito que envolve um risco menor para as instituições financeiras, estas terão sempre em consideração se está com problemas bancários.

Tanto em créditos pessoais, ou a outros créditos ao consumidor e ainda considerarão os créditos hipotecários.

Quando inicia um pedido de crédito a uma instituição financeira, seja esta um banco ou uma agência financeira, a sua proposta de crédito é dirigida ao Banco de Portugal.

A partir desse momento o Banco de Portugal irá analisar a sua situação na banca e transmitirá toda a informação à instituição financeira.

Ter um crédito pessoal com problemas bancários não é um impeditivo, na sua totalidade.

Para um novo pedido de crédito, deverá, no entanto, ter em consideração que a possibilidade de ver a proposta com luz verde será menor.

As soluções que pode ter em consideração para tratar do seu problema bancário de crédito pessoal são:

  • Dirigir-se à instituição onde tem o valor em divida e pedir para renegociar a dívida. Qualquer instituição financeira preferirá criar uma solução em que o pagamento seja feito, do que ter o valor em dívida.
  • Falar com uma agência financeira sobre a possibilidade de criação de crédito, com um valor que pague o tem em dívida. Permitindo concretizar os projeto que quer fazer e liquidar o compromisso pendente.
  • Avaliar prestação de pagamento mais baixas, mas que se traduzirão em mais tempo de pagamento e de juros mais elevados
  • Falar com algum familiar, amigo ou indivíduo que financie a título privado

Deverá ter em consideração a confiança que pode ter na instituição ou pessoa singular, a quem vai recorrer para obter o financiamento.

Assim não vai criar uma situação ainda mais complexa em consequência de um crédito por liquidar.

Se a situação de resolução de pagamento de crédito entrou em incumprimento, deverá identificar o motivo do incumprimento.

Uma vez definido o motivo, poderá ser mais transparente com a entidade a que se dirigir.

Nesta caso poderá tentar dar alguma garantia, como forma a ver o seu crédito aprovado.

Visto que o crédito pessoal não é um crédito hipotecário, ou seja não poderá dar como resolução de pagamento uma hipoteca, poderá tentar encontrar um fiador.

Ao ter um fiador a entidade poderá recorrer ao fiador em caso de incumprimento, o que será uma mais valia para a instituição financeira.

Caso o valor do crédito pessoal que o deixou com problemas bancários seja residual, um valor baixo, poderá tentar recorrer a um cartão de crédito.

No caso do cartão de crédito poderá efetuar o pagamento a 100% ou escolher o valor que irá pagar, sendo-lhe sempre indicado o valor mínimo a pagar.

Recorde-se o pagamento em suaves prestações vêm sempre com juros acrescidos.

Lembre-se que as todas as soluções, para o problema de crédito pessoal bancário, acima descritas poderão ter taxas de juro muito elevadas, dependendo da instituição financeira a que recorra.

Assim sendo, caso tenha algum amigo ou familiar a quem possa recorrer, deverá pensar nessa alternativa.

Neste caso pode acordar uma forma de pagamento mais suave para si e existe a probabilidade de não lhe ser cobrado nada em troca.

Seja qual for a forma que decida escolher para solucionar o problema bancário do seu crédito pessoal, recorde-se de ser o mais honesto e transparente possível.

Esta atitude vai ser apreciada e valorizada por parte do financiador, em suma poderão lhe dar uma solução de pagamento mais favorável à sua situação financeira atual.

Tenha em consideração que o primeiro valor a retirar do dinheiro emprestado deverá ser para cumprir o seu compromisso em divida.

Este comportamento mostrará boa-fé de sua parte, atitude valorizada por todas as instituições.

4 Partilhas