Crédito pessoal para jovens – 3 dicas

Crédito pessoal para jovens
Crédito pessoal para jovens

Crédito pessoal para jovens

Caso esteja a pensar contratar um Crédito pessoal para jovens dizemos tudo o que necessita saber.

Primeiramente deverá saber que não existe nenhum enquadramento especial para jovens, assim o Crédito pessoal para jovens poderá ter as mesmas características que os restantes créditos pessoais.

Se encontrar um crédito pessoal jovem com alguma característica benéfica em particular será uma decisão da entidade bancária.

Caso peça no entanto um crédito pessoal para formação, independentemente da idade, neste caso as taxas máximas aplicadas serão mais reduzidas comparativamente a outros casos.

No entanto esta redução das taxas devesse ao Banco de Portugal aplicar a cada trimestre um teto máximo para a TAEG que pode ser cobrada ao cliente.

As taxas máximas aplicadas, neste momento, são as seguintes: Crédito pessoal para jovens

  • Saúde, educação, energias renováveis, locação financeira para equipamento (atualmente com um valor de 5,9%, valor revisto todos os trimestres e possível de alterar)
  • Sem finalidade, lar, consolidação, outras finalidades (atualmente com um valor de 13,2%, valor revisto todos os trimestres e possível de alterar)

Como pode verificar, inclusive no site do Banco de Portugal, não existe uma taxa especial aplicada consoante a idade.

Assim falaremos acerca do que é o crédito pessoal.

O crédito pessoal é um tipo de crédito ao consumidor, com características particulares que começam pela abrangência e acabam com o facto de não ter de especificar o uso que dará ao mesmo.

Contudo como pode verificar que em alguns casos terá vantagens em contratar um financiamento com finalidade específica.

Claro que em alguns casos poderão ser pedidos comprovativos como é o caso por exemplo, do crédito à formação.

Segundo titular de crédito pessoal
Segundo titular de crédito pessoal

Onde pode obter um crédito Crédito pessoal para jovens

Pretende um crédito para financiar uma formação? Então vamos dar dois exemplos:

  • Crediformação da Caixa Geral
  • Crédito pessoal formação do Millenium

Se optar pelo crediformação da Caixa Geral funciona com as seguintes características:

  • Para estudantes qua vão frequentar ou que já frequentam licenciatura, mestrado, doutoramento, outros cursos, ou material escolar
  • Período de carência durante o curso e com possível extensão até mais 3 anos após a conclusão
  • Prazo: até 120 meses
  • Pode optar por uma taxa fixa ou variável, TAEG (indexada à Euribor 12 meses) 4,9%, ou TAEG fixa 5,7%

No entanto caso pertenda o crédito formação Millenium, as características são: Crédito pessoal para jovens

  • Para estudantes qua vão frequentar ou que já frequentam licenciatura, mestrado, doutoramento ou outros cursos
  • Período de carência durante o financiamento e com possível extensão de um ano, após cessar o financiamento que pode ser feito de uma vez ou em tranches
  • Prazo: até 10 anos
  • Taxa de juros: indexada à Euribor a 12 meses
  • Spread: 4,500%

Ainda assim, se não é o financiamento de uma formação que pretende, deixamos duas opções de crédito mais abrangentes:

  • Crédito pessoal Caixa Geral
  • Crédito pessoal Millenium

Condições de um crédito pessoal jovem sem finalidade

A Caixa Geral oferece duas soluções de crédito pessoal sem finalidade, sendo estes:

  • Crédito multifinalidade até 5 000€
  • Crédito pessoal multifinalidade

O primeiro detém as seguintes características:

  • Montante: 2 000€ até 5 000€
  • Prazo: até 48 meses
  • Taxa indexada à Euribor 12 meses 11,1%, ou TAEG fixa a 4 anos 11,7%

No segundo caso poderá contar:

  • Montante: 5 000€ até 75 000€
  • Prazo: até 120 meses
  • Taxa indexada à Euribor 12 meses 9,0%, ou TAEG fixa 9,8%, valor de taxa fixa a 5 anos)

Contudo se optar pelo Millenium, poderá escolher entre os dois créditos:

  • Crédito pessoal Online
  • Crédito pessoal Millenium

O primeiro está destinado a que pretende tratar do crédito via online, sendo compensado com taxas mais baixas, vamos então analisar:

  • Montante: 1 000€ até 5 800€
  • Prazo: 12 meses até 60 meses
  • Taxa anual de encargos efetiva global: 9,4%

Mas ainda dispõe da segunda opção:

  • Montante: 1 000€ até 75 000€
  • Prazo: 12 meses até 96 meses
  • Taxa promocional no primeiro ano, para empréstimos superiores a 5 000€
Crédito pessoal mais barato
Crédito pessoal mais barato

Recorde-se que quando pedir o seu Crédito pessoal para jovens os valores apresentados poderão ser diferentes, uma vez que estes estão condicionados à data.

Muito embora não tenha um Crédito pessoal para jovens com características especiais, existem inúmeros créditos que poderá pedir, ou poderá consultar inúmeras entidades que pontualmente poderão fazer uma promoção especial para jovens.

Ainda assim, não deixe de realizar os seus sonhos por não existir um Crédito pessoal para jovens, escolha a solução do mercado que corresponda as suas necessidades e que esteja dentro do que pode financiar, e realize os seus planos.

Posso obter um cartão de crédito mesmo sendo jovem?

Sim, é possível obter um cartão de crédito mesmo sendo jovem. Muitos bancos oferecem cartões de crédito específicos para jovens, geralmente conhecidos como “cartões de crédito para estudantes” ou “cartões de crédito jovem”. Esses cartões são projetados para atender às necessidades financeiras dos jovens e podem ser obtidos, em muitos casos, mesmo sem uma renda significativa ou histórico de crédito extenso.

Ao solicitar um cartão de crédito como jovem, considere o seguinte:

  1. Cartões específicos para jovens: Alguns bancos oferecem cartões de crédito direcionados para estudantes ou jovens adultos. Esses cartões podem ter requisitos de aprovação mais flexíveis.
  2. Renda e emprego: Embora muitos jovens não tenham uma renda substancial, alguns cartões podem aceitar uma renda menor, como a mesada, como parte dos critérios de aprovação. Além disso, alguns cartões podem aceitar estudantes com trabalho de meio período.
  3. Histórico de crédito: Se você não tiver histórico de crédito, isso não é necessariamente um impedimento. Cartões destinados a jovens muitas vezes levam em consideração a falta de histórico de crédito e podem ser mais acessíveis para quem está começando.
  4. Responsabilidade financeira: Os bancos procuram por candidatos que demonstrem responsabilidade financeira. Ter uma conta bancária, manter uma boa gestão financeira e mostrar comprometimento pode aumentar suas chances de aprovação.
  5. Limites mais baixos: Inicialmente, os limites de crédito podem ser mais baixos para jovens e estudantes. Isso é normal e ajuda a evitar dívidas excessivas enquanto você constrói seu histórico de crédito.

Como posso construir um bom histórico de crédito desde cedo?

  1. Obtenha um Cartão de Crédito para Estudantes:
    • Muitos bancos oferecem cartões de crédito específicos para estudantes. Esses cartões geralmente têm requisitos de aprovação mais flexíveis, permitindo que jovens comecem a construir seu histórico de crédito.
  2. Use o Cartão com Moderação:
    • Ao obter um cartão de crédito, use-o com responsabilidade. Faça compras pequenas e regulares, pagando o saldo integralmente a cada mês. Evite gastar mais do que pode pagar.
  3. Pague suas Contas Pontualmente:
    • Manter pagamentos em dia é fundamental. Isso inclui contas de celular, assinaturas e qualquer outro compromisso financeiro. Pagamentos pontuais contribuem significativamente para um bom histórico de crédito.
  4. Estabeleça Contas Bancárias:
    • Ter uma conta bancária em seu nome é uma maneira adicional de mostrar responsabilidade financeira. Mantenha um saldo positivo e evite cheques devolvidos ou contas atrasadas.
  5. Monitore seu Crédito Regularmente:
    • Esteja ciente do seu histórico de crédito. Você pode solicitar relatórios de crédito gratuitos periodicamente para verificar se há erros ou atividades suspeitas. Corrigir problemas rapidamente é essencial.
  6. Evite Solicitações Excessivas de Crédito:
    • Múltiplas solicitações de crédito em curto prazo podem impactar negativamente seu histórico. Seja seletivo ao solicitar crédito e evite pedidos desnecessários.

Quais são as vantagens de ter um bom histórico de crédito na juventude?

  1. Acesso a Taxas de Juros Favoráveis: Crédito pessoal para jovens
    • Um bom histórico de crédito permite que você obtenha empréstimos e financiamentos com taxas de juros mais baixas. Isso significa que, ao financiar um carro, casa ou outros itens, você pagará menos em juros ao longo do tempo.
  2. Aprovação Mais Fácil para Empréstimos e Cartões de Crédito: Crédito pessoal para jovens
    • Instituições financeiras estão mais inclinadas a aprovar solicitações de crédito para indivíduos com históricos de crédito sólidos. Isso facilita a obtenção de empréstimos estudantis, cartões de crédito e outros tipos de crédito.
  3. Opções de Aluguel mais Amplas: Crédito pessoal para jovens
    • Ao procurar um lugar para morar, muitos proprietários e empresas de gestão imobiliária verificam o histórico de crédito dos candidatos. Ter um bom histórico pode aumentar suas chances de ser aprovado para aluguel e até mesmo negociar melhores condições.
  4. Facilidade na Aprovação de Contratos de Serviços: Crédito pessoal para jovens
    • Contratos de serviços, como telefonia móvel, internet e serviços públicos, podem ser aprovados mais facilmente com um histórico de crédito positivo. Algumas empresas podem até oferecer condições mais vantajosas a clientes com bom histórico.
  5. Benefícios em Seguros e Planos de Saúde: Crédito pessoal para jovens
    • Um bom histórico de crédito pode influenciar as decisões de seguradoras e empresas de planos de saúde. Pode resultar em prêmios mais baixos em seguros automóveis, residenciais e até mesmo melhores opções em planos de saúde.
  6. Facilidade para Obtenção de Empregos: Crédito pessoal para jovens
    • Algumas empresas, especialmente em setores financeiros, podem verificar o histórico de crédito como parte do processo de seleção de emprego. Um histórico positivo pode aumentar sua atratividade como candidato.

Existe uma idade mínima para obter um empréstimo?

Sim, geralmente existe uma idade mínima para obter um empréstimo. A idade mínima pode variar dependendo do tipo de empréstimo, da legislação do país e das políticas específicas de cada instituição financeira. Aqui estão algumas considerações comuns:

  1. Empréstimos Pessoais e Cartões de Crédito: Crédito pessoal para jovens
    • A maioria das instituições financeiras estabelece uma idade mínima para a solicitação de empréstimos pessoais e cartões de crédito. Essa idade mínima costuma ser em torno dos 18 anos. Os jovens precisam atingir a maioridade legal para serem considerados elegíveis.
  2. Empréstimos Estudantis: Crédito pessoal para jovens
    • Empréstimos estudantis podem ter requisitos específicos e, em alguns casos, podem ser acessados por estudantes menores de 18 anos com a devida autorização dos pais ou responsáveis legais. No entanto, a idade mínima varia de acordo com as políticas do credor.
  3. Financiamento de Veículos: Crédito pessoal para jovens
    • Para obter financiamento para a compra de um veículo, muitas instituições financeiras estabelecem uma idade mínima semelhante à dos empréstimos pessoais, geralmente em torno dos 18 anos.
  4. Hipotecas e Financiamento Imobiliário: Crédito pessoal para jovens
    • A obtenção de uma hipoteca ou financiamento imobiliário geralmente requer que o mutuário seja maior de idade. Além disso, os requisitos específicos podem variar dependendo da jurisdição e das políticas do credor.
  5. Co-signatários para Menores de Idade: Crédito pessoal para jovens
    • Em alguns casos, um menor de idade pode obter um empréstimo com a ajuda de um co-signatário, geralmente um pai ou responsável legal, que assume a responsabilidade conjunta pela dívida.

Como evitar dívidas desnecessárias ao usar crédito?

  1. Crie um Orçamento: Crédito pessoal para jovens
    • Estabeleça um orçamento mensal que inclua todas as despesas essenciais, como moradia, alimentação e contas. Conheça suas receitas e despesas para evitar gastos excessivos.
  2. Tenha um Fundo de Emergência: Crédito pessoal para jovens
    • Mantenha um fundo de emergência para lidar com despesas inesperadas. Isso evita recorrer ao crédito para cobrir imprevistos.
  3. Estabeleça Metas Financeiras: Crédito pessoal para jovens
    • Defina metas financeiras claras. Isso pode incluir economizar para objetivos específicos, como uma viagem, um curso ou a compra de um item importante, evitando assim o uso desnecessário de crédito.
  4. Use Crédito com Moderação:
    • Utilize o crédito com moderação e apenas quando necessário. Evite acumular vários cartões de crédito ou empréstimos simultaneamente.
  5. Pague o Saldo Integralmente:
    • Se possível, pague o saldo integral do cartão de crédito a cada mês. Isso ajuda a evitar o pagamento de juros, reduzindo os custos gerais.
  6. Evite Compras Impulsivas:
    • Pausa antes de realizar compras impulsivas. Pergunte a si mesmo se realmente precisa do item e se a compra se alinha aos seus objetivos financeiros.
  7. Compreendendo os Termos do Crédito:
    • Leia e compreenda os termos do crédito antes de aceitar qualquer oferta. Esteja ciente das taxas de juros, taxas adicionais e condições de pagamento.
  8. Negocie Taxas de Juros:
    • Se já tiver dívidas, negocie com os credores para reduzir as taxas de juros. Isso pode ajudar a diminuir os encargos financeiros e facilitar o pagamento da dívida.
  9. Evite Pagamentos Mínimos:
    • Evite pagar apenas o valor mínimo no cartão de crédito. Isso prolonga o período de pagamento e aumenta os custos totais devido aos juros acumulados.

É possível obter um empréstimo para estudantes sem histórico de crédito?

  1. Empréstimos Governamentais para Estudantes:
    • Os empréstimos governamentais para estudantes geralmente não exigem um histórico de crédito. Esses empréstimos, como os oferecidos pelo Programa Federal de Empréstimos para Estudantes (FSLP), têm critérios de elegibilidade baseados na necessidade financeira.
  2. Empréstimos Privados para Estudantes com Fiador:
    • Alguns empréstimos privados para estudantes podem ser obtidos com a ajuda de um fiador, geralmente um pai ou responsável legal, que assume a responsabilidade pelo empréstimo. Isso pode ser uma opção para estudantes sem histórico de crédito.
  3. Empréstimos para Estudantes com Bancos ou Instituições Financeiras:
    • Alguns bancos e instituições financeiras oferecem empréstimos para estudantes com condições específicas. Embora alguns possam exigir um histórico de crédito mínimo, muitos estão dispostos a considerar estudantes com histórico de crédito limitado.
  4. Cooperação com Programas de Assistência Financeira da Instituição de Ensino:
    • Muitas instituições de ensino têm programas de assistência financeira que oferecem empréstimos ou bolsas para estudantes. Esses programas podem ser mais flexíveis em relação aos requisitos de crédito.
  5. Programas de Empréstimos para Estudantes sem Fiador:
    • Alguns programas de empréstimos para estudantes não exigem um fiador ou histórico de crédito significativo. Esses programas podem ter critérios diferentes, como basear a elegibilidade na inscrição acadêmica.
  6. Programas de Perdão de Empréstimos para Estudantes:
    • Alguns programas de perdão de empréstimos para estudantes, especialmente aqueles voltados para áreas específicas de estudo ou serviço público, podem ter requisitos menos rigorosos em relação ao histórico de crédito.