Início » Perder Peso Depois dos 40
perder peso depois dos 40 anos
perder peso depois dos 40 anos
Lifestyle

Perder Peso Depois dos 40

10 Partilhas

5 dicas para emagrecer depois dos 40 anos

Após os 40, há uma tendência natural para o aumento do peso.

É um processo que não acontece de um dia para o outro mas, quando nos apercebemos, a gordura que envolve a barriga parece-nos ser imune ao exercício ou dieta.

Cada corpo reage de forma singular.

No entanto, o aumento do peso é algo que ocorre na maioria das pessoas e de forma gradual.

Na verdade, há razões que o justificam: as alterações hormonais surgem, o metabolismo desacelera e, quando não é mantida uma prática desportiva ocorre, a cada ano, perda de massa muscular (sarcopenia).

Ainda assim, é perfeitamente possível perder peso depois dos 40.

É inegável que requer mais dedicação manter a forma física mas, em prol da saúde, justifica adotar as seguintes rotinas:

1. Iniciar e/ou manter a prática desportiva

Aponto esta como a mais importante. Com benefícios na nossa saúde cardiovascular e musculoesquelética, nunca é tarde para iniciar um programa de treino adaptado às necessidades individuais.

Permite ter músculos mais fortes, uma maior amplitude de movimento e, claro, o gasto calórico que levará à perda de peso.

2. Manter uma alimentação saudável

Para além do consumo necessário e equilibrado de hidratos de carbono, gorduras e proteína, é importante ter especial atenção ao controlo do apetite.

Excesso de apetite e fome constante podem ser sinal de carência de algum nutriente. Consuma alimentos com Vitamina C.

Perder peso depois dos 40 não significa privação de alimentos.

É por essa razão que dietas restritivas se tornam contraproducentes: um défice na

ingestão de nutrientes vem aumentar o apetite e, assim, a ingestão calórica dos alimentos menos aconselhados mas mais apetecíveis torna- se maior.

3. Manter-se ativo

Com o passar dos anos, a vida coloca-nos outras prioridades e o tempo passado entre a cadeira e o sofá tende a ser maior, tornando-nos mais inativos.

Mesmo com a prática desportiva indicada no primeiro ponto três a quatro vezes por semana, o tempo despendido sem movimento ultrapassa o aconselhado.

Desta forma, é importante que, para além de manter a prática de exercício físico, sejam incluídas outras atividades diárias que impliquem movimento.

4. Viver sem stress (ou o mínimo possível)

Quando passamos por mais episódios de stress, o nosso organismo segrega cortisol.

O cortisol, por sua vez, aumenta o apetite por alimentos açucarados.

Há atividades que podem ajudar a controlar os níveis de stress.

Pode ser através da meditação, do yoga, da pintura… o importante é encontrar uma atividade que nos permita relaxar.

Deixar o stress de fora dos nossos dias irá ajudar a perder o peso a mais ganho depois dos 40.

5. Manter padrões de sono regulares

Dormir menos de 7 a 8 horas não é suficiente para a maioria dos adultos ativos.

Mas nem sempre dormir muitas horas é suficiente.

Por vezes, o sono pode ter a duração aconselhada e não ser revitalizante.

Por ambas entenda-se privação de sono.

A privação de sono leva a mais stress, mais apetite e menor rendimento no treino.

Esta medida complementa as anteriores e é indispensável para um corpo e mente saudáveis, permitindo uma saúde jovem após os 40 anos.

Apesar destas diretrizes gerais, não há um segredo mágico para todos.

É indispensável respeitar a individualidade de cada corpo.

É importante frisar que cada um de nós apresenta necessidades diferentes e vive a ritmos distintos.

Muito além dos números na balança, a saúde do nosso corpo e mente deve ser a prioridade, sempre.

10 Partilhas